O ano de 2021 foi consideravelmente atípico para o setor imobiliário da Flórida, que enfrentou uma forte demanda por casas residenciais, ao mesmo tempo que viu seu inventário chegar a níveis baixíssimos. Foram 350.516 casas vendidas, de acordo com dados da Florida Realtors. Destas, 55.609 foram em Tampa, representando 16% do total. As áreas de Miami e Orlando não ficaram muito atrás, com 53.765 casas vendidas e 41.506 casas vendidas, respectivamente.

A alta demanda não foi correspondida pela oferta. No quarto trimestre de 2021, o inventário de casas unifamiliares na Flórida (single-family homes disponíveis para venda no mercado) diminuiu 33,7%.

Alta demanda e estoques baixos fizeram os preços das casas dispararem, chegando ao recorde de US$ 365 mil, um aumento de mais de 20% no período de um ano. A disputa pelas casas ficou acirrada, elevando o número de compradores dispostos a pagar à vista. Uma mesma propriedade chegou a ter 5 ou 6 ofertas ao mesmo tempo iniciando um movimento que o setor chamou de Bidding-War (Guerra de Ofertas).

A situação tornou-se mais crítica com a entrada de investidores no jogo!

Uma análise da Redfin mostrou que, no final do terceiro trimestre de 2021, 25% das casas compradas em Tampa foram compradas por investidores, não por residentes.

Região de Tampa desponta na Flórida

O número de vendas em Tampa e Sarasota aumentou mais de 20% em relação a 2020. No entanto, o metro quadrado mais caro do estado em dezembro de 2021 ficou para a cidade de Naples, onde as vendas médias de casas atingiram US$ 730.000, um salto de 25% em relação ao ano anterior.

12 dias é o tempo médio de venda de uma casa

A diferença de ritmo foi ainda mais dramática quando analisada ano a ano para todo o ano de 2020 e 2021. Casas vendidas em 12 dias em 2021, em comparação com 31 dias em 2020.

Em julho de 2021, o US Census Bureau relatou uma migração estimada de 220.890 novos residentes da Flórida, vindos apenas de outros estados. A partir do mesmo conjunto de dados, o Censo registrou mais migrações do que nascimentos no estado. Em julho, apenas 210.305 bebês nasceram em 2021, um aumento de aproximadamente quatro vezes em relação a 2020.

A estimativa oficial da população do Estado da Flórida prevê que 849 novos residentes cheguem à Flórida por dia até abril de 2026. Para colocar isso em perspectiva, o estado descreveu o boom populacional como “análogo a adicionar uma cidade do tamanho de Orlando todos os anos.” O governo da Flórida espera que a população do estado seja superior a 22 milhões até o final de 2022.

Oportunidade para investidores

O grande aumento da população não foi acompanhado por um grande aumento na construção ou desenvolvimento de moradias, seja para aluguel ou compra.

As construtoras correm contra o tempo para tentar fazer frente à imensa demanda, porém entraves no mercado como falta de material e mão-de-obra atrapalham. Mesmo que a cadeia de produção normalize, os novos projetos levam tempo para serem entregues, desde a obtenção de todas as autorizações até a entrega das chaves.

Tamanho desequilíbrio entre oferta e demanda tende a permanecer nos próximos anos o que projeta um aumento ainda maior nos preços dos imóveis da Flórida.

Trata-se, portanto, de um ótimo momento para investir e aproveitar o altíssimo potencial de valorização.

Sobre a CAP International

A CAP International é uma imobiliária global especializada na Flórida e voltada para o público brasileiro. Caso queira saber mais sobre as oportunidades no mercado imobiliário da Flórida, entre em contato agora mesmo e bata um papo comigo por WhatsApp: +55 11 98111-2555 (Carlos Barros).