Por que a Disney foi construída em Orlando? Vendo hoje o grande fluxo de turistas que todos os anos visitam o estado da Flórida, parece fácil entender por que Walt Disney escolheu a região de Orlando para construir a Disney World. Porém, na época em que Walt Disney começou a procurar um lugar para construir seu mundo encantado, na década de 1960, a região central da Flórida era basicamente um grande lamaçal constituído de pântanos, água, mato, mosquitos e crocodilos. Ficava literalmente “no meio do nada”.

Cidades costeiras, como Miami e as ilhas de Key West já recebiam um bom fluxo de turistas na época, porém Orlando e a Flórida central eram percebidos como destinos turísticos com muito pouco a oferecer.

Por que a Disney foi construída em Orlando Flórida

Vários locais dos EUA e do mundo foram cogitados para abrigar o novo parque! O mundo inteiro assediava o empresário criador de Mickey Mouse com propostas para atrair os novos investimentos. Até mesmo o Brasil envolveu-se!

Então por que a cidade de Orlando foi escolhida? Ao ler este artigo você entenderá também por que a região de Orlando na Flórida é até hoje um dos principais destinos para se investir em um imóvel. Veja também: Motivos para investir em Orlando

Continue lendo para entender os motivos que levaram Walt Disney a escolher a região central da Flórida para construir a Disney World.

Os segredos por traz de uma história rica em empreendedorismo e estratégia. Entenda por que a Disney foi construída em Orlando

Disney não era apenas o grande sonhador, que criou Mickey Mouse. Era também um empresário visionário e atento a todos os detalhes de mercado. Seu irmão Roy Disney o ajudava muito nos debates e elaboração das estratégias. A escolha da região de Orlando para a construção do parque mais visitado hoje no mundo levou em consideração 6 detalhes importantes, que explicaremos abaixo:

1 – Terras muito baratas, mas atente para a estratégia de compra..

O novo “Reino Encantado” precisava ser imenso, com uma área consideravelmente maior do que a área da Disneyland, que foi o primeiro parque da Disney, na Califórnia, inaugurado em 1955. De fato, o complexo onde estão localizados hoje os parques da Disney ocupa uma impressionante área de 103,6 quilômetros quadrados! Trata-se de uma área 50 vezes maior do que a área da Disneyland na Califórnia.

E espaço era fundamental! Walt Disney estava traumatizado com os desastres iniciais na inauguração da Disneyland na Califórnia, onde era esperado o público aproximado de 10 mil pessoas, já que 11 mil ingressos foram vendidos. Surpreendentemente, 30 mil pessoas apareceram, boa parte com ingressos falsos.

…voltando à escolha do local onde seria construída a Disney World!

O lugar ideal que, na época, era o centro da Flórida! Além de oferecer uma topografia plana, as terras eram muito baratas. Conforme mencionado na introdução deste artigo, o centro da Flórida era recheado de pântanos e mato, um lugar no meio do nada. As terras não tinham muito valor.

Terras muito baratas na Flórida foram um dos motivos que levaram Walt Disney a escolher o Sunshine State para construção da Disney World
Até hoje a Flórida oferece preços por metro quadrado mais baratos do que a maioria dos demais estados americanos

Mas como um empresário mundialmente conhecido poderia iniciar um processo de aquisição de terras na região, na velocidade que a estratégia exigia, sem inflacionar o mercado? Obviamente as terras seriam re-precificadas assim que a notícia sobre as intenções de Walt Disney viessem a público.

Na época, a região central da Flórida estava começando a ser ocupada por cultivadores de laranja. O clima quente e a fertilidade do solo eram propícios para a cultura de cítricos. Walt Disney, então, criou diversas empresas com o objetivo único de adquirir fazendas na região, sob o pretexto de cultivar laranjas. Os nomes das empresas eram os mais variados possíveis, de forma a camuflar quem estaria por traz das compras. Walt Disney ainda solicitou a assessores próximos que também adquirissem terras na região. Algumas destas empresas e assessores tem seus nomes lembrados nos letreiros das janelas dos estabelecimentos da Main Street, no Magic Kingdom.

A estratégia funcionou por um período, até que o jornal Orlando Sentinel descobriu o verdadeiro investidor por traz das grandes compras nos condados de Orange e Osceola.

Walt Disney não estava errado em tentar esconder seu nome! Assim que a notícia veio a público, algumas áreas da região central da Flórida viram o preço do acre subir para US$ 80 mil. Apenas a título de comparação, os primeiros terrenos comprados pelo grupo na Flórida custaram US$ 4 mil o metro.

2 – Clima agradável o ano todo

A Flórida é conhecida até hoje como “O Estado do Sol” (Sunshine State). Ao contrário da maior parte dos EUA, a Flórida é o único estado que oferece clima agradável e temperaturas quentes quase todos os dias do ano. Walt Disney cogitou muitas vezes construir o Magic Kingdom em algumas regiões do norte dos EUA, próximo a centros com maior apelo turístico, para aproveitar o público já existente. Até mesmo as Cataratas do Niágara estavam nos planos! Contudo, um grande fator era imprescindível para o sucesso do novo projeto. O novo parque precisaria ser capaz de atrair visitantes o ano todo. A Disney World precisaria ser um “year round park” (parque para todo o ano). O único lugar nos EUA que oferece clima agradável o ano todo para que as pessoas possam se divertir em parques é a Flórida.

Ao sobrevoar a região central da Flórida, Walt Disney ficou impressionado com a natureza exuberante e verdejante, com inúmeros lagos e um tropicalismo encantador. Era, de fato, o que os folhetos turísticos na época publicavam sobre a Flórida: uma região abençoada em natureza e clima subtropical, longe do inverno rigoroso característico do norte do país.

O clima da Flórida não é apenas um dos principais motivos por que a Disney foi construída em Orlando, mas também uma das principais razões de investidores do mundo inteiro, até hoje, optarem pelo destino.

Clima agradável o ano todo explica por que a Disney foi construída em Orlando

3 – Walt Disney queria o público da parte leste dos EUA

Como mencionado, diversos locais nos EUA e no mundo foram cogitados para abrigar o novo parque. O primeiro deles foi a cidade de St. Louis, no Missouri. Na época, fazia muito sentido. Pesquisas mostravam que apenas 5% dos visitantes da Disneyland viajavam de regiões à leste do Rio Mississippi no Mapa Americano. E mais de 70% da população americana vivia na parte leste do país. Era, portanto, um público considerável para abocanhar.

Registros e documentos históricos que recentemente foram leiloados, mostram que as negociações em torno de um parque em St. Louis avançaram de forma expressiva. Por pouco a Disney World não foi construída lá!

O formato em St. Louis seria, no entanto, bem diferente daquele que conhecemos hoje em Orlando!

O parque em St. Louis teria o nome de Walt Disney’s Riverfront Square, e seria construído anexo ao centro da cidade que, na época, estava passando por uma grande revitalização. O parque seria indoors, em um edifício de 5 andares, com capacidade para 25 mil pessoas. O fato de ser indoor e climatizado era um diferencial interessante para a cidade, já que o inverno na região é rigoroso. Uma série de atrações clássicas da Disney, como Piratas do Caribe, a Haunted Mansion e a Big Thunder Mountain Railroad, foram originalmente projetadas para este projeto de St. Louis.

O projeto não vingou por uma série de razões, entre elas o desentendimento entre Walt Disney e um grande empresário de St. Louis, tido como o barão da cerveja da região, que insistia que os parques deveriam vender bebida alcoólica. Walt Disney era contra!

Na ocasião, Walt Disney já estava de olho na Flórida!

4 – Facilidade de acesso por carro

Agora que você já entendeu por que o “Sunshine State” foi o estado americano escolhido, vamos entender por que a Disney foi construída em Orlando, região central do estado, nos condados de Orange County e Osceola.

O acesso fácil por automóvel era um fator fundamental para o sucesso do parque. As pessoas visitam os parques da Disney em famílias ou grupos. Apesar de muitas delas embarcarem em aviões de diversos cantos do mundo para visitar os parques da Disney em Orlando, era importante priorizar também o público local. Além disso, outros locais turísticos da Flórida, como as praias da costa leste e oeste, também recebem turistas do mundo todo o ano inteiro. O acesso destes turistas aos parques precisava ser fácil e também via terrestre.

Neste contexto, a região de Orlando é privilegiada, já que está no cruzamento das principais Highways da Flórida. A I-4 estava em construção na época, e cortava todo o estado ligando a área do parque à I-95 e toda a costa leste. Havia também a Florida Turnpike, que levava à Miami. Quando Walt Disney era questionado “Por que a Flórida?”, ele então responderia “A forma como as estradas se cruzam”.

5 – Pântanos criavam cerca natural para os parques

Muitos podem pensar que os pântanos eram tidos como um grande obstáculo na construção dos parques. De fato, exigiram muitas horas de máquinas para remoção de lama e drenagem da água. Contudo, A Disney World foi construída no meio de dois grandes pântanos, que serviam de cerca natural contra invasores. Não haveria, portanto, necessidade de investimentos pesados em cercas e também vigilância constante nestas fronteiras.

Foto dos Everglades na Flórida. Boa parte da região central da Flórida é recheada de pântanos
Foto dos Everglades na Flórida. Boa parte da região central da Flórida é recheada de pântanos

6 – Região de Orlando é mais protegida de furacões

Outro fator por que a Disney foi construída em Orlando, mas que não está explícito nas pesquisas realizadas, é a localização central da área, longe da costa leste. Desta forma, a região é mais protegida de tempestades tropicais e furacões, que se formam no Oceano Atlântico.

Como sabem, o estado da Flórida é mais exposto a furacões e tempestades tropicais, justamente por estar mais próximo ao Caribe, onde, geralmente, ocorrem as formações.

No entanto, as regiões mais expostas aos danos causados por furacões são as áreas costeiras. Cidades como Miami, Fort Lauderdale e Palm Beach, na costa leste, são as mais vulneráveis.

Os furacões, ao atigirem a parte continental, fenômeno chamado de “land-fall” (encontro com a costa) costumam perder força e não conseguem sustentar a velocidade dos ventos. Por este motivo, cidades afastadas da costa são mais protegidas. Como a região de Orlando está localizada no centro do estado (longe da costa), os riscos de danos provocados por tempestades e furacões são minimizados.

No artigo Furacão na Flórida: Tudo que você precisa saber, explicamos em detalhes sobre a temporada de furacão na Flórida.

Entenderam agora por que a Disney foi construída em Orlando? Que tal ver o próprio Walt Disney explicando os motivos? Assista a este incrível vídeo de Walt Disney detalhando o novo projeto da Disney World, na década de 60:

Assista ao vídeo onde o próprio Walt Disney explica por que a Disney foi construída em Orlando

Entenderam por que a Disney foi construída em Orlando? Siga os passos de Walt Disney: Invista você também na Flórida

Entenderam por que a Disney foi construída em Orlando? O mais interessante é que a maioria dos motivos que levaram Walt Disney a escolher a região de Orlando para investir permanecem até hoje. Não a toa o estado da Flórida é o destino preferido de investidores internacionais que querem comprar casas em Orlando para obter renda em dólar. Na verdade, hoje a Flórida oferece até mais motivos do que antes, já que os próprios parques da Disney fizeram do estado um dos mais visitados do mundo. E o preço por metro quadrado dos imóveis na Flórida ainda permanece entre os mais baratos dos EUA.

A CAP International é uma imobiliária global especializada na Flórida. Caso queira saber mais sobre as oportunidades de investimento na região, entre em contato e bata um papo agora mesmo comigo por WhatsApp: +55 11 98111-2555 (Carlos Barros).